10 maneiras (cientificamente comprovadas) de melhorar sua produtividade

Às vezes, nos sentimos desmotivados, com a sensação ruim de rotina, mas em outras estamos nos escondendo atrás disso para empurrar aquelas tarefas que precisamos fazer.

Nossa produtividade sempre tende a baixar, por esse motivo, sempre devemos realizar mudanças e investir em atividades que estimulem nossa produção e criatividade.

Pensando nisso, trouxemos aqui, 10 coisas que você pode começar a fazer para aumentar sua produtividade, segundo a ciência, claro.

Vamos conferir?

1. Caminhar

Nem todo mundo é fã de esportes, por isso, para quem não gosta, o ideal é encontrar uma maneira de substituí-los, não é? Pois é, essa maneira é uma caminhada por dia. Um estudo realizado pela Universidade de Stanford mostrou que 60% das pessoas que fizeram uma caminhada diária antes ou depois do expediente durante uma semana relataram que se sentiram mais criativas, por causa da nova atividade.

2. Ler

Os benefícios da leitura, já apareceram em diversas publicações aqui na Vida em Equilíbrio, mas não cansamos de bater nessa tecla. Dessa vez trouxemos uma pesquisa publicada pela Universidade de Sussex que concluiu que meia hora de leitura concentrada é mais eficiente do que qualquer técnica de relaxamento para reduzir os níveis de estresse. O estudo destacou também que, para que os efeitos sejam sentidos, é necessário escolher uma obra prazerosa e não se forçar a ler por obrigação.

3. Aprender um novo idioma

É muito legal quando conseguimos acompanhar os diálogos dos filmes ou seriados sem a ajuda das legendas, não é? Pois é, eis mais uma motivação para você buscar aprender uma nova língua: Uma pesquisa realizada pela Universidade de Northwestern mostrou que pessoas que falam duas ou mais línguas possuem maior capacidade para resolver problemas do que aquelas que falam apenas o idioma nativo. Além disso, perceber que aprendeu novas palavras ou ter uma boa conversa com algum nativo no idioma que você está aprendendo é muito recompensador e mostra que você está sendo uma pessoa muito produtiva.

4. Aprenda tocar um instrumento

Assim como no estudo de um novo idioma, conseguir tocar sua música favorita, mesmo que lentamente e ainda com dificuldade, é muito recompensador. Uma pesquisa publicada no Journal of Neuroscience, em 2012, demonstrou que aprender a tocar um instrumento musical aumenta o corpo caloso do cérebro, que é a parte responsável por ligar os dois hemisférios do órgão, aumentando assim, a memorização e a capacidade de lidar e resolver problemas com rapidez.

5. Ouvir música

Se você não tem paciência para aprender a tocar um instrumento musical, não se preocupe, nada está perdido, pois só de escutar um som, seu rendimento e disposição para fazer atividades paralelas já aumentam, pelo menos é o que diz um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Birmingham.

6. Fazer pausas

Pode parecer estranho dizer que para sua produtividade melhorar, você deve parar. Mas segundo o escritor Tony Schwartz, autor do livro “The Way We’re Working Isn’t Working” (O modo como nós estamos trabalhando não está funcionando, em tradução livre), é necessário fazer uma pausa de até 20 minutos a cada 90 minutos de trabalho. O autor conta em sua obra que isso aumenta a energia, o foco e a atenção.

7. Uma tarefa de cada vez

Principalmente para quem possuiu ansiedade, fazer uma coisa de cada vez é um desafio, mas um estudo realizado pelo Bureau Nacional de Pesquisas Econômicas dos Estados Unidos mostrou que quem tenta fazer um monte de coisas de uma vez, acaba sendo muito menos produtivo do que quem faz uma coisa de cada vez. Se for realmente preciso fazer duas coisas ao mesmo tempo, o estudo recomenda aliar uma atividade cognitiva com uma física, nunca fazer duas do mesmo “tipo” simultaneamente.

8. Dançar

Durante 21 anos, a Universidade de Albert Einstein College of Medicine colocou idosos de 75 anos para dançar. De acordo com o estudo publicado após o encerramento da pesquisa, quem dança tem 76% menos risco de desenvolver algum tipo de demência, além de ter maiores reservas cognitivas e aumento de disposição.

9. Jogar videogame

Imagine aliar o útil ao agradável? Pois é, isso é possível, afinal jogar pode ser um alívio para um dia estressante e para melhorar suas capacidades psicológicas. De acordo com um estudo publicado pela Universidade de Londres, jogos de ação podem aumentar nossa capacidade de tomar uma decisão instantaneamente e  jogos de estratégia em tempo real, como os RPGs, fomentam nossa capacidade de raciocinar sob pressão e de aprender com erros e acertos feitos no passado.

10. Esportes

Ok, você já sabe que se não gosta de esportes, há a opção da caminhada, mas se você curte, pode ter muitos benefícios com isso. Segundo um estudo da Universidade de Dartmouth, pessoas que praticam esportes têm níveis de BNDF 60% maiores do que as pessoas que não praticam nenhum esporte. Esta proteína está ligada à concentração, à capacidade de aprendizado e à inteligência.

Até ficou com vontade de começar a praticar um esporte, né?

Artigo adaptado, via Galileu

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Vida em Equilíbrio