A vida nos reinventa

 

A vida nos reinventa.

A gente erra

A gente se arrepende.

Do medo que tivemos

Dos “nãos” que dissemos

Da nossa fraqueza

E falta de confiança em nós mesmos.

 

A gente aprende

Que pular na cama é divertido

Que escalar montanhas imaginárias não é perigoso

E que dormir de conchinha pode ser gostoso.

 

A vida nos reinventa!

 

Dada as devidas circunstância

Calce o seu melhor sapato

Para andar na melhor estrada.

Não os guarde no fundo de qualquer armário

Com a esperança de usá-los

Mais lá na frente

Lá no que chamamos de: Futuro.

 

Há sempre alguém

Esperando o teu melhor abraço

A tua melhor gargalhada

A tua vinda inesperada

E a gente nem sempre surpreende.

Seja pelo comodismo genético

Ou pela falta de paciência adquirida

A gente não surpreende!!!

 

Ouça o que a música diz.

Traduza o que do corpo transcende.

Acredita em quem anda contigo

E confia em Deus…sempre!

 

A gente erra.

A vida mostra.

A vida cobra.

E a gente…

Nem sempre entende.

 

  • Autor: Luciano Noronha/ Eu, Forasteiro de mim

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Luciano Noronha

Luciano Noronha

Um mochileiro, um sonhador, um forasteiro!
Dispenso a fala sobre diplomas, títulos ou outras derivações!
Exercito a fala da busca, da procura, do autoconhecimento.
Viajo pela América do Sul, agregando novas culturas, rompendo paradigmas e acrescentando um pouco de cada pessoa em mim.
Sou: Eu, forasteiro de mim