12 sinais de que seu nível de açúcar está elevado

A maioria das pessoas pensa que apenas os diabéticos podem ter níveis elevados de açúcar no sangue. Mas não é assim, qualquer pessoa pode sofrer deste mal sem perceber os danos que causam em seus nervos, vasos sanguíneos e órgãos internos.

Para evitar complicações, é importante reconhecer os sintomas logos de cara para tomar medidas a tempo.

Sentir fome o tempo todo

O nível de açúcar elevado impede a liberação de glicose nas células e, como resultado, o corpo não recebe energia e é forçado comer toda hora. Parece um círculo vicioso.

Cansaço excessivo

Se o açúcar no sangue estiver elevado, a energia não é aproveitada de forma eficiente e as células do corpo não recebem o combustível de que precisam. Tudo isso faz com que a pessoa se sinta cansada, mesmo sem ter razões para isso.

Vontade constante de fazer xixi

Se o nível de açúcar estiver muito alto, os rins não conseguem ignorar essa situação. Por isso, para tentar equilibrar a concentração de glicose no sangue e nas células, o corpo dissolve o sangue com o fluido intracelular, fazendo com que a concentração volte ao normal. E o resultado é micção frequente.

Boca seca e muita sede

A boca seca e a sede excessiva são respostas à perda de líquido em excesso. O sinal correspondente é enviado ao cérebro pelo hipotálamo, que avalia o grau de desidratação do sangue e faz com que a pessoa sinta sede. Claro que você não deve parar de beber líquido. Mas dê preferência à água e ao chá sem açúcar.

Perda de peso

Se você tiver alto nível de glicose, poderá perder peso em pouco tempo, mesmo se comer muito e o valor calórico dos alimentos for alto. E há várias razões para isso:

  • A perda de fluido, por causa da micção frequente, provoca baixo nível de líquidos em todo o organismo, causando a perda de peso.
  • Se o nível não é insulina não for suficiente para o metabolismo da glicose, o corpo vai se concentrar na queima de gordura.
  • A grande quantidade de urina com um alto nível de glicose faz o corpo gastar mais calorias. Desta forma, o organismo tenta ’se livrar’ do excesso de glicose.

Doenças infecciosas

As infecções nas vias urinárias e por fungos ocorrem em homens e mulheres. Mas são mais frequente entre as mulheres que têm açúcar elevado no sangue e diabetes. A grande quantidade de açúcar cria um ambiente para os fungos e bactérias se reproduzirem.

Pele seca

A pele seca pode estar relacionada a níveis elevados de açúcar no sangue por várias razões:

  • A micção excessiva desidrata tanto o organismo, que os tecidos da pele começam a secar.
  • Os problemas de pele nas pernas são um sinal de aterosclerose: endurecimento e estreitamento das artérias, reduzindo a circulação sanguínea. É uma doença que muitas vezes anda de mãos dadas com diabetes.
  • A lesão dos nervos pode perturbar o funcionamento normal das glândulas sudoríparas. E estas, como é bem sabido, influenciam no equilíbrio hídrico da pele.

Dificuldade de concentração e memória

O nível de açúcar elevado impede que a glicose seja liberada nas células do cérebro. Portanto, o cérebro terá dificuldade com a produção de energia. Isso afetará sua velocidade de pensamento e tomada de decisões.

Visão turva

A visão turva também é o resultado da desidratação por causa do aumento de açúcar no sangue. Todos sofrem com isso, incluindo as células dos olhos. Como resultado, eles se deformam e os olhos perdem a capacidade de focar corretamente.

Cicatrização lenta de ferimentos e cortes

A lenta cicatrização da pele e dos tecidos moles se explica pelo fato de que o elevado nível de glicose impede os leucócitos de aderirem às paredes dos vasos sanguíneos. O sistema de controle dos sinais químicos do organismo é destruído, que seria responsável por enviar os leucócitos para as áreas de lesão ou infecção.

Impotência

Os problemas de ereção também podem ser causados por glicemia elevada. Uma ereção saudável requer nervos saudáveis, bom fluxo sanguíneo e equilíbrio adequado dos hormônios. Mas muito açúcar no sangue pode afetar cada um desses sistemas.

Irritabilidade

Segundo as pesquisas, pessoas com açúcar elevado no sangue são mais ansiosas, irritáveis e propensas à depressão.

O cérebro depende de um fornecimento uniforme de glicose e mudanças drásticas no seu nível afetam a sua função. Como resultado, o humor de repente piora.

O açúcar também afeta a absorção de outro nutriente responsável pelo humor: o cromo. Esse mineral é necessário para manter o nível de açúcar no sangue estável porque a insulina, responsável por purificar a glicose no sangue, não funciona sem ele.

Fonte: Incrível

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Vida em Equilíbrio

Para viver bem, é necessário ter a saúde corporal e mental em equilíbrio. Nossa intenção é proporcionar todo o conteúdo que irá lhe ajudar a ter uma vida mais saudável.