ADORÁVEIS PENSADORES.

 

 

Muito me encantam pessoas inteligentes que fazem do seu pensar um modo de enriquecer a todos com seus conhecimentos e experiências. Vez ou outra, aparece alguém dotado de admirável inteligência e rapidamente, começa a ser cultuado e idolatrado por conta do seu brilhante saber. Mesmo quando dizem algo que não seja do agrado de todos, são ovacionados, simplesmente pelo fato de serem quem são. Contudo, junto a uma  mente brilhante, faz-se necessário existir uma alma cintilante.

 

Que grande presente a natureza divina nos ofertou, que é essa capacidade de pensar. Assim, como nos sonhos, também nos pensamentos, não há limites, não há censuras e podemos “viajar” sem que para isso, tenhamos que sair do lugar. O que seria dos grandes filósofos, caso, lhes tivesse sido negada a possibilidade de pensar? Mas do que nos valem os pensamentos se não pudermos colocá-los em prática? Seríamos apenas máquinas acumuladoras de teorias que mais cedo ou mais tarde, cairiam no esquecimento.

 

De nada adiantam a inteligência, os bons pensamentos e a sabedoria se existirem somente na teoria. É necessário que a teoria seja colocada em prática. O verdadeiro filósofo é aquele que direciona seus bons pensamentos às boas ações. Essa é a filosofia à moda clássica. Pensamentos e ações andam juntos. O bom filósofo não precisa ser aquele que discursa bonito, e sim, aquele que pensa e age com o coração. É preciso que pensamento e conduta sigam em harmonia na mesma direção. Do contrário, seria uma contradição.

 

E como poderíamos colocar o bom pensamento em prática? Muito fácil. Oferecendo ajuda a quem necessita. Todos nós podemos ajudar de alguma forma. Todos podemos contribuir doando um pouco do que há de melhor em nós em prol do outro. Por exemplo: podemos participar de serviços voluntários. O médico pode abrir mão do valor de uma consulta, se o doente não tem condições de pagar. O professor pode voltar sua atenção ao aluno com mais dificuldade de aprender. Bem, são várias as maneiras pelas quais podemos ajudar alguém. Assim se faz a união, com bons atos e belos pensamentos. Assim, se dá o Karma, a Lei de ação e reação. Quando praticamos o bem, somos automaticamente preenchidos de tão bons sentimentos. E, é essa sensação que nos faz seguir acreditando que a vida pode ser mais bela, mais leve e menos complicada. Pensemos no coletivo, porque somos todos uma minúscula parte do “Todo”, exatamente iguais na essência e completamente diferentes na escala evolutiva, cada qual interpretando um personagem nesse grande e misterioso Universo.

 

Elenice Bastos.

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Elenice Bastos

Elenice Bastos

Definir-se é limitar-se; alguns já disseram. Prefiro a indefinição do não limitar-se. Escolho deixar à critério das mentes generosas e habilidosas, o significado da minha existência na vida de cada um. Sou inconstante mas carrego valores imutáveis. Gosto dos contrastes; céu-mar, frio-quente, noite-dia, chuva-sol...Amo ler, escrever, viajar, noites de luar, um bom vinho, música e jardins floridos. Adoro o pôr e o nascer do sol, o arco-íris,os animais a vida. Viver é poder estar integrado mental e fisicamente com a maravilhosa "Mãe Natureza".