Você tem problemas com álcool? Essas 10 perguntas dirão

Há pessoas que bebem um copo de cerveja todo dia. Outras abusam da bebida no fim de semana. Mas o que define problemas com a bebida não é a frequência nem a quantidade, mas o comportamento. Consegue ficar um dia sem beber? Imagina uma festa sem bebida? Se as respostas forem negativas, tome cuidado – você pode estar mais perto do que imagina da dependência. Faça o teste a seguir e descubra se a bebida é só diversão, ou se está começando a se tornar um problema

1. Você fica emburrado se uma festa não tem álcool?

Muita gente usa a desculpa de sair ou encontrar amigos para encher a cara. Claro que beber socialmente não tem problema nenhum, mas se você é daqueles que fica incomodado quando descobre que uma festa não tem nem uma cervejinha sequer, talvez seja um sinal de que a bebida é mais importante do que o resto.

alcool

2. Você experimentou álcool antes dos 15 anos?

Uma pesquisa do Instituto Nacional de Abuso do Álcool e Alcoolismo, dos EUA, relacionou o uso de álcool antes dos 15 anos com uma maior probabilidade de associar a bebida ao prazer, já que o cérebro adolescente, ainda em evolução, acaba se programando para encarar o álcool dessa maneira.

alcool

3. Você SEMPRE bebe mais do que esperava?

Quando sai de casa, você planeja beber “apenas” 3 latinhas e quando vê está rolando escada abaixo com um copo na mão? Enfiar o pé na jaca às vezes é legal, mas se isso se torna frequente comece a se preocupar. Existe um estudo que aponta como saudável a quantidade de 14 unidades de álcool por semana, algo em torno de 6 canecos de cerveja ou 6 taças de vinho, de preferência divididos em três dias diferentes.

alcool

4. O álcool faz parte de sua filosofia de vida?

“Nunca fiz amigos bebendo leite” ou “Toda boa história começa com ‘Uma vez, quando tava bêbado’” são exemplos de mantras divertidos que acabam vangloriando o poder do álcool. Se você concorda com esse tipo de pensamento, talvez o álcool esteja mais intrínseco ao seu ser e você nem tenha se dado conta.

alcool

5. Você tem lapsos de memória das festas?

Amnésia alcoólica é muita mais comum do que a gente imagina. E você nem precisa apagar totalmente a noite, não: caso você se esqueça de alguns detalhes da festa, já pode ser um indício de que você andou exagerando muito. Se isso é frequente, reveja se vale a pena continuar com esse comportamento.

alcool

6. Você se irrita com quem tenta te controlar?

O amigo sóbrio da rodada até tenta puxar o freio da galera, mas, frequentemente, acaba recebendo patadas por conta desse comportamento. Se é você a reclamar da voz da razão, então talvez seja preciso conversar com seu amigo quando você estiver sóbrio para entender os motivos de ele se preocupar.

alcool

7. Você tem hábitos que envolvam bebidas alcoólicas?

Se você toma “só” uma cervejinha na hora da novela ou “só” dorme se virar um shotzinho de pinga, talvez você esteja criando uma rotina em que o álcool faz cada vez mais parte. Tome cuidado se notar que cada situação requer um comportamento alcoólico diferente.

alcool

8. Você já pensou que era alcoólatra?

Só de estar lendo esta lista pode ser um sinal de que você esteja abusando, mas que precisa confirmar se realmente é isso. Se em algum momento você já pensou que poderia estar se tornando alcoólatra, talvez você esteja certo e tentando se enganar do contrário.

alcool

9. Você esconde bebidas?

Se você tem uma gaveta própria para esconder a cachaça ou coloca uma pinga no fundo do guarda-roupa para ninguém achar, está mais do que na hora de procurar os Alcoólicos Anônimos.

alcool

10. Você tem ressaca moral?

Se você é daqueles que não tem amnésia alcoólica, mas se lembra com vergonha de tudo que fez e falou na noite anterior, então tente beber menos na próxima saída.

alcool

Fonte: Megacurioso

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Avatar

William Candaten

Gaúcho de apartamento, graduado em Educação Física e estudante de Nutrição, aficionado por ciências humanas e biológicas. Curioso e preguiçoso, pesquisa tudo que ouve e não sabe, exceto se for cair na prova.