Como treinar seu cérebro para controlar a ansiedade

Muitos de nós não percebemos, mas a ansiedade é algo que todos experimentamos.

Obviamente, alguns experimentam mais severamente do que outros, mas é bastante comum.

Segundo a WebMD, cerca de 40 milhões de americanos vivem com um transtorno de ansiedade, que é mais do que a preocupação ocasional ou medo.

Para ser mais específico, um transtorno de ansiedade pode variar de um transtorno de ansiedade generalizada a um transtorno do pânico, de acordo com o site.

Se você tem um desses e tentou tomar alguma medicação e buscar profissionais, mas nada parece funcionar, não se preocupe. É preciso muito esforço consciente para chegar a um estado de espírito saudável.

Você vai chegar lá!

Acredite ou não, existem certos exercícios que você pode fazer para treinar seu cérebro a parar de se preocupar com coisas que você simplesmente não consegue controlar.

Existem várias estratégias que podem ajudá-lo a não apenas gerenciar, mas potencialmente reduzir como um todo.

Entendendo a ansiedade.

Controlando a ansiedade

Existem muitas opiniões profissionais e médicas sobre se a ansiedade é ou não o resultado de um desequilíbrio químico.

Embora isso possa ser parte do problema, seu ambiente também desempenha um papel importante em como você se sente.

De acordo com a Calm Clinic, quando você se sente ansioso com as coisas, pode ser lógico, pode ser emocional ou pode ser apenas a maneira como seu cérebro responde aos seus processos químicos naturais.

Observe com o que seu corpo e mente reagem.

Controlando a ansiedade

A Calm Clinic recomenda que você fique em sintonia com você e com sua mente e descubra por que seu corpo está reagindo a ameaças do modo como ele age.

Isso pode ajudá-lo a desenvolver uma maneira de impedir que a ansiedade se intensifique, porque você se tornará mais consciente de si mesmo e do ambiente ao seu redor.

Poderia funcionar mais para alguns do que outros!

A Calm Clinic recomenda que, se você presumir que um desequilíbrio químico é o que causa sua ansiedade, independentemente do tratamento que você recebe, você ainda precisa aprender as ferramentas de enfrentamento que podem ajudar a superar sua ansiedade.

Se você aprender a controlar até que ponto a ansiedade te afeta, você fará uma mudança positiva no seu desequilíbrio químico.

Desafie pensamentos difíceis.

Controlando a ansiedade

O Centro de Pesquisa Aplicada em Saúde Mental e Vício lista o segundo passo que você pode dar para treinar seu cérebro para parar de se preocupar com coisas que você simplesmente não pode controlar.

Isto é, desafie os pensamentos com os quais você está preocupado. O site observa que às vezes ajuda pedir a opinião de um amigo ou de um membro da família sobre a situação.

Por exemplo, se você tem ansiedade por alguém falar negativamente sobre você, pergunte primeiro à pessoa antes de começar a entrar em pânico.

A realidade é que não há sentido em entrar em pânico com algo que talvez nem exista para começo de conversa. Então, se a situação realmente existir, a próxima coisa que pode ajudar é ver como os outros reagiriam se estivessem no seu lugar.

O site observa que até mesmo imaginar como a maioria das pessoas reagiria a um pensamento preocupante ajudaria você a chegar a um modo de pensar mais justo e realista!

Treine seu cérebro.

Controlando a ansiedade

Verywell Mind diz que, quando você se encontra em uma situação estressante, tem que treinar seu cérebro para chegar a um pensamento calmo.

Não tem como isso acontecer sozinho. Assim como dar conselhos aos seus amigos quando eles estão preocupados com as coisas, você tem que dizer a si mesmo como olhar para a situação de uma forma positiva.

Essencialmente, se ocorrer uma preocupação excessiva, fale de volta com ela.

Claro, é mais fácil dizer do que fazer. Quero dizer, se houve tantas vezes que sua mente foi distorcida, é difícil ver a verdade. Eu entendo.

Mas você não pode alimentar os pensamentos preocupantes. Isso só vai piorar.

Por exemplo, se você se perguntar “e se eu continuar piorando?” ou “e se ela disser a essa pessoa tudo o que eu acabei de dizer”, então você está se alimentando da ansiedade.

Tente se manter longe disso e, em vez disso, alimente seu cérebro com pensamentos mais realistas.

Eu entendo que tudo isso pode ser mais fácil de dizer do que fazer, e ninguém realmente entende a ansiedade que você passa, a menos que eles estejam no seu lugar.

Mas a realidade é que você pode tomar todos os medicamentos do mundo para ajudar a sua ansiedade, o que obviamente funciona, mas tentar algumas dessas habilidades de enfrentamento pode ajudá-lo a longo prazo.

Fonte: Awebic

Comentários

Comentários

Sobre o autor

William Candaten

Gaúcho de apartamento, graduado em Educação Física e estudante de Nutrição, aficionado por ciências humanas e biológicas. Curioso e preguiçoso, pesquisa tudo que ouve e não sabe, exceto se for cair na prova.