A maneira como você fecha a mão pode indicar coisas incríveis sobre sua personalidade

Por algum motivo, a maioria das pessoas tende a acreditar que as suas características físicas e mentais estão completamente separadas umas das outras. Mas, ainda que pense dessa forma, ambas estão bem mais interligadas do que você poderia imaginar. Afinal, todas as nossas características acabam fazendo parte de um todo, o que contribui com a formação de nossa personalidade e delimita o tipo de atitude que costumamos ter.

Para falar a verdade, toda essa complexidade de detalhes acaba tornando os seres humanos ainda mais interessantes. O fato é que, por mais pequeno que algo pareça ser, tudo que fazemos acaba refletindo um pouco mais sobre a nossa personalidade. E, desta vez, resolvemos revelar o que a forma como você fecha a mão quer dizer sobre você. Afinal, se você nunca havia reparado isso antes, existem muitas formas de se fazer isso, sendo 3 delas as principais.

Depois de olhar os 3 modelos apresentados, você provavelmente se identificou com algum deles, certo? Por isso, depois de escolher qual deles mais representa a forma como a sua mão fica quando está fechada, veja o que isso tem a dizer sobre você.

Modelo 1

Se a sua escolheu foi o modelo 1 então isso quer dizer que você é uma pessoa muito sentimental e intensa quando as suas emoções estão em jogo. Além disso, você é sempre muito gentil com as pessoas e isso faz com que tenha uma grande vocação profissional para áreas que exijam o contato humano. Isso porque, independente da situação, você está sempre tentando motivar as pessoas e ajudá-las. Outro ponto positivo sobre você é que está sempre se aventurando, sendo muito criativa, curiosa e empreendedora.

É normal que, em alguns momentos, você se sinta cansado mas, ainda assim, sua maior motivação é saber que está trabalhando para poder melhorar sua vida e obter grandes conquistas. Um de seus pontos fracos em relação a isso é que, ao ouvir uma crítica, você fica muito mal com ela e pode acabar se afastando da pessoa que a fez. Por isso, a maior dificuldade acaba sendo encontrar um equilíbrio entre o que você dá para os outros e o que eles te dão de volta.

Modelo 2

Firmar a mão dessa forma mostra que você é alguém muito confiante em si mesmo e analítico. Isso faz com que você seja determinado e esteja sempre indo atrás dos seus objetivos e sonhos. O problema é que, a sua vontade de ganha o que tanto quer é tão grande que você acaba tendo medo de fracassar no processo, o que te deixa muito ansioso e preocupado. Além disso, você é uma pessoa muito ativa e emocionalmente intensa, isso faz com que não suporte o tédio e esteja sempre em busca de atividades e acabe acumulando muitas delas.

Todas essas características dão a você pontos fortes e fracos e é preciso aprender a lidar com eles. Por isso, sua maior dificuldade talvez seja organizar e acalmar suas ideias para poder trabalhar nelas. E, mesmo que o medo faça com que você não acredite nisso, um pouco mais de perseverança e comprometimento vai fazer com que você alcance qualquer coisa que deseje.

Modelo 3

Você é uma pessoa muito resguardada, o que acaba fazendo com que não seja do tipo de muitas palavras. Ainda assim, quando deseja que é hora de falar, acaba liberando todo o seu ponto de vista, desejos, propósitos e objetivos de uma só vez. O fato é que você é uma pessoa calma e gentil que está sempre procurando uma forma de fazer com que o mundo restabeleça a sua ordem. Isso faz com que, independente da situação, você odeie conflitos e não tolera injustiça, sempre defendendo aqueles que você julga estarem sendo desfavorecidos.

Como pudemos ver, apesar de ser uma pessoa calma, você tem tendências humanistas que fazem com que você tenha grande habilidade no mundo da arte. Além disso, é preciso aprender a controlar o seu tempo. Afinal, em alguns momentos você acaba se perdendo entre os seus ideais e o trabalho.

E aí, sabia que a forma como você fecha a mão podia dizer tanto sobre você? A forma como eu faço isso é igual a do Modelo 1, e a sua?

Fonte: Fatos

Comentários

Comentários

Sobre o autor

William Candaten

Gaúcho de apartamento, graduado em Educação Física e estudante de Nutrição, aficionado por ciências humanas e biológicas. Curioso e preguiçoso, pesquisa tudo que ouve e não sabe, exceto se for cair na prova.