14 fatos curiosos a respeito do beijo

Ah, o beijo, aquele momento em que duas bocas se encontram e milhares de bactérias migram de uma boca à outra enquanto nosso coração acelera e nosso corpo é invadido por sensações bem agradáveis… Até aí tudo bem, não há novidade, mas nós separamos algumas curiosidades bem interessantes para você, beijoqueiro de plantão. Vamos a elas:

Hormônios

Aparentemente, além de bactérias, há trocas de hormônios durante o beijo. Isso só é possível porque nossa boca contém membranas mucosas permeáveis que capturam vestígios de hormônios. No caso da mulher, ela acaba absorvendo testosterona e ficando mais propensa ao sexo.

Avaliação

Um dos fatores que faz um primeiro beijo ser horrível ou perfeito é uma maneira que seu organismo tem de reconhecer um parceiro geneticamente compatível com você. Então quando alguém diz que “não teve química”, essa pessoa está mais do que certa no uso da expressão!

Caloricamente falando

Fonte da imagem: Reprodução/Iwatchstuff

Tudo o que você faz gasta energia e, por consequência, queima calorias. Com o beijo não é diferente. Um beijo rapidinho e romântico pode fazer com que você perca três calorias, enquanto um beijo um pouco mais apaixonante pode fazer com que você perca mais de cinco calorias. Ou seja: quanto mais você beija, mais calorias gasta.

Emoção

Beijar pode fazer com que as pessoas criem laços e é por isso que alguns homens vão embora logo após o sexo: para evitar a troca de carinhos que pode acabar em sentimentos mais fortes e maiores intimidades, o que não é o que alguns caras procuram. De novo: alguns. Não digam por aí que estamos generalizando.

Musculação

Fonte da imagem: Reprodução/Stylecaster

Você pode levantar todo tipo de peso, nadar, correr, pedalar, fazer abdominais e afins, mas para exercitar os músculos do seu rosto, não há nada como o beijo, que movimenta cerca de 30 músculos da face e ajuda suas bochechas a ficarem firmes e com uma aparência mais saudável.

Troca

Durante o beijo você troca fluídos, logicamente, mas, com esses fluídos, especialmente com a saliva, são trocados também minerais, sais e substâncias responsáveis pelo cheiro, muitas vezes imperceptível, que exalamos quando queremos fazer sexo.

Uma linda mulher

Fonte da imagem: Reprodução/Pickwallpapers

Se você ainda não viu esse filme, eis uma boa dica. Nele, Julia Roberts é uma prostituta que, a princípio, fala ao mocinho do filme que não beija clientes. Isso não é só uma licença poética do roteirista do longa, mas é comum que algumas prostitutas, de fato, não beijem seus clientes, a fim de evitar envolvimentos emocionais e sentimentais.

Mulheres

Durante o beijo as pessoas envolvidas nele avaliam a performance do outro. No caso das mulheres, pesquisas já descobriram que elas, durante o beijo, avaliam se o seu parceiro ou parceira passa em um teste para um relacionamento curto, se dá para repetir a dose mais algumas vezes ou não. Enquanto fazem essa avaliação, a mulher também avalia se a pessoa que está beijando pode ou não ser ideal para um relacionamento mais longo.

Homens

Fonte da imagem: Reprodução/Fanpop

Enquanto as mulheres beijam para avaliar possíveis relacionamentos, homens têm no beijo uma finalidade bem simples: preparar para o sexo. Isso não significa, porém, que toda vez que um homem está beijando ele tem a intenção de fazer sexo.

Antes e depois

As mulheres são conhecidas por suas características mais românticas quando o assunto é sexo e, como o beijo tem essa ideia de criar laços, é normal que você venha a pensar que o beijo depois do sexo seja iniciativa da mulher, certo? Algumas pesquisas apontam, porém, que quem tem mais iniciativa nessas situações, é o homem.

Briguinha

Fonte da imagem: Reprodução/ctnow

Sabe aquela coisa de que uma discussão pode acabar em beijo? Pois é, você já deve ter visto isso em alguns filmes e novelas por aí. A questão é que, quando o assunto é interromper uma briga com um beijo, quem toma mais essa iniciativa são os homens. Espertinhos!

Imunidade

Se beijar pode fazer com que você receba várias bactérias, fique feliz: essas bactérias vão melhorar seu sistema imune, já que seu organismo vai precisar lutar com elas e, com isso, criar anticorpos.

Tempo

Fonte da imagem: Reprodução/Fanpop

Beijo rápido na testa, na bochecha, na mão ou um beijo romântico e apaixonado, não importa qual é o tipo de beijo, mas essa é uma prática bastante comum e alguns cálculos apontam que, durante a sua vida você vai passar 20.160 minutos beijando.

Relaxamento

Beijar faz com que nosso corpo produza substâncias capazes de nos deixar relaxados, como a ocitocina, que é natural e tem propriedades calmantes que aumentam o nível de endorfina em nosso corpo. Isso sem falar nos níveis de dopamina, que também podem ser elevados e nos ajudar a criar as sensações de que queremos ter um vínculo com a pessoa a quem estamos beijando.

Fonte: Megacurioso

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Vida em Equilíbrio

Vida em Equilíbrio

Para viver bem, é necessário ter a saúde corporal e mental em equilíbrio. Nossa intenção é proporcionar todo o conteúdo que irá lhe ajudar a ter uma vida mais saudável.