7 Técnicas psicológicas capazes de fortalecer os relacionamentos

Conselhos tais como: “Sempre falar dos problemas”, “não dormir brigados”, “escrever 10 motivos pelos quais continuam juntos” podem ser encontrados em quase todos os textos sobre como melhorar um relacionamento a dois. Só que, às vezes, dicas triviais não ajudam, ou então uma das pessoas integrantes do casal não quer segui-las. De vez em quando, é preciso ler o que os especialistas recomendam e… fazer exatamente o contrário!

Incrível.club reuniu para você algumas maneiras não convencionais para turbinar seu namoro ou casamento. À primeira vista, elas podem parecer ligeiramente prejudiciais, mas na realidade são capazes de dar nova força à relação a dois.

1. Dormir separados

Dormir juntos todas as noites, um abraçando o outro com força: é assim que imaginamos um relacionamento ideal. Mas é realmente necessário e agradável dormir junto? Estudos mostram que metade dos casais que dormem juntos tem problemas de sono. Frequentemente, os amantes acabam acordando involuntariamente um ao outro: roncando, empurrando, puxando o cobertor e fazendo outras coisas desagradáveis. No fim das contas, os dois acordam cedo sem terem dormido bem, ficando irritadiços. Camas separadas para dormirem separados uma vez ou outra permitirão que você durma tranquilamente e, além disso, o casal sentirá falta um do outro, o que beneficiará a relação íntima.

Claro que, se dormir sem a pessoa especial ao seu lado é um pesadelo para você, essa dica não funciona. Se, no entanto, vocês dormem juntos apenas por hábito, mas na verdade sentem desconforto, então pense nisso: por que não dormir separados pelo menos de vez em quando? Camas separadas não são necessariamente o caminho para o divórcio. Pode ser, na realidade, o caminho para a harmonia no relacionamento.

2. Viajar separados nas férias

Outro mito muito comum que deve ser banido: o casal deve sempre sair de férias junto. Mas o que acontece se você e seu parceiro tiverem conceitos completamente diferentes sobre as férias ideais? Por exemplo, a mulher sonha com uma praia, curtindo à beira-mar, enquanto para o homem não há nada melhor do que pescar em um lago na mata. Além disso, o período de férias do casal pode não coincidir. “Se houver abertura, confiança e compreensão mútua nos relacionamentos, não haverá problemas em viajar separados nas férias”diz Melissa Johari, especialista em relações familiares de Toronto, Canadá.

“É importante que o casal se pergunte por que sonham em passar as férias separados”, acrescenta Melissa. Se você realmente quer descansar do parceiro, então isso não é nada bom. Relacionamentos tensos ficarão ainda mais tensos depois de férias separadas, em que todos se comportarão como se fossem solteiros. E se alguém do casal fica com as crianças o tempo todo, enquanto o outro vai se divertir, o relacionamento também sairá prejudicado. A melhor opção é distribuir as folgas de forma justa, dando a ambos a oportunidade de descansar separadamente e satisfazer os próprios interesses. Após uma breve separação cheia de vivências agradáveis, o relacionamento se tornará mais forte.

3. Beber algo juntos

Especialistas dos Estados Unidos chegaram a uma conclusão semelhante. Eles estudaram mais de 2.500 casais, dos quais 45% relataram beber juntos. E essas pessoas ficam menos irritadas umas com as outras. A boa notícia para os abstêmios: as uniões em que ambos abandonaram completamente o álcool também costumam ser muito felizes. Ou seja, o principal é que o interesse pelo álcool coincida entre o casal. E, obviamente, lembre-se de que o abuso de álcool não deixa ninguém mais feliz.

4. Ver filmes dramáticos

Assistir a filmes que mostram relações amorosas e conversar sobre eles é tão eficaz quanto uma visita a um psicoterapeuta familiar. Pesquisadores da Universidade de Rochester chegaram a essa conclusão depois de estudar os relacionamentos de 174 casais por 3 anos. Alguns desses casais receberam aconselhamento profissional de um psicólogo para fortalecer a união, enquanto a outra parte simplesmente recebeu uma lista de 47 filmes românticos. Esses casais assistiram a um filme por semana e debateram sobre eles por 45 minutos, respondendo a perguntas sobre o comportamento dos personagens. A porcentagem de divórcios em ambos os grupos diminuiu em comparação com aqueles que não recorreram a nenhum método para salvar o relacionamento.

Se você tem dificuldades com seu parceiro, tente encontrar um filme em que os personagens resolvam problemas semelhantes e convide sua alma gêmea para assistirem juntos. Vocês também podem usar esta lista de filmes e as perguntas recomendadas para uma discussão conjunta.

5. Ir a encontros de casais

Surpreendentemente, às vezes, uma noite amigável entre dois casais pode fazer mais por um relacionamento do que um jantar romântico a dois.

Um casal que interage com outro sente-se mais feliz do que um casal que se fecha em si. Isso foi descoberto por pesquisadores da Universidade Wayne University, EUA. Durante a experiência, 150 casais foram divididos em grupos de dois casais. Uma parte dos grupos teve uma conversa moderada, enquanto a segunda respondeu a perguntas pessoais como: “Qual foi o momento mais desconfortável da sua vida?” Os casais que responderam as perguntas pessoais na presença de outro casal disseram que os sentimentos mútuos melhoraram muito.

“Uma comunicação sincera e calorosa com outro casal pode propiciar uma visão nova e positiva do próprio parceiro e relacionamento”, diz Keith Welker, um dos autores do estudo.

6. Criar aromas de recordação

Lembranças provocadas por um certo cheiro podem ser mais emocionais e detalhadas do que aquelas que não estão associadas a aromas. Esse é o chamado “fenômeno de Proust”, e pode ser usado para fortalecer seu relacionamento, aconselha Joy Nordenstrom, criadora do site de relacionamentos americano Joy of Romance.

Idealize e crie com seu parceiro cheiros especiais que lembram acontecimentos agradáveis.Por exemplo, ao viajar, encontre um perfume associado àquele passeio. Óleos essenciais podem servir perfeitamente para isso. No momento em que você se sentir triste ou o relacionamento não estiver funcionando, pegue um recipiente com esse cheiro e inspire. Com isso, os dois vão lembrar do quão bem estavam naquela ocasião.

7. Criem jogos

“Juntos desde 1952”

Jogos são capazes de dar ao relacionamento uma boa dose de movimento. Especialistas da Universidade Brigham Young, nos EUA, descobriram um fato interessante: 76% dos usuários de videogames são mais satisfeitos com o casamento quando seus parceiros são tão interessados nos jogos quanto eles. Então, às vezes, passar uma noite jogando jogos virtuais com o companheiro é uma boa ideia para tornar-se mais unido.

Mas os jogos do mundo real podem produzir o mesmo efeito. Por exemplo, a coach de relacionamentos Joy Nordenstrom sugere a brincadeira “Oscar de melhor beijo”. Lembre-se das cenas de beijos mais apaixonados do cinema e, todos os dias, repita uma cena para tentar ganhar um “Oscar” imaginário.

“Querida, venha cá! Hoje teremos o beijo do Titanic!”

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Vida em Equilíbrio

Vida em Equilíbrio

Para viver bem, é necessário ter a saúde corporal e mental em equilíbrio. Nossa intenção é proporcionar todo o conteúdo que irá lhe ajudar a ter uma vida mais saudável.