Artigos Colunistas Psicologia Sem categoria

Me tornei um bambu.

Euclydes Zanon Filho

Me tornei um bambu.

O bambu, embora seja “oco (tem espaços vazios entre um “nó ” e outro, ele possui várias utilidades.

O bambu produz e conduz ENERGIA!

Por entre as partes ocas do bambu, passa água, que é fundamental para a vida.

Por ele passa SOM, pois assim como através de uma flauta Shakuhachi, e de simples toques e manuseio, já se materializaram várias lindas músicas.

O bambu pode ser um instrumento de ataque e defesa, nas mãos de um hábil lutador.

O bambu como artesanato, reflete a essência de quem o trabalhou, para que se fosse transformado em algo que dá prazer, alegria e conforto.

Na minha juventude, eu já era um bambu, pois eu pus em meu coração como propósito e missão de vida servir para ajudar o próximo.

Embora o bambu aparentemente possa parecer frágil em sua aparência externa, o seu interior é forte, e ele aguenta as mais fortes tempestades e adversidades.

O bambu lembra renovação.

Assim como o bambu, a força que me move, está na luz, bondade e compaixão.

Ao prestar atenção em um bambu, dá para notar que ele pode se curvar, nas não se quebra, pois é flexível, e se mantém em seu próprio lugar.

Linda compreensão!
Equilíbrio de si mesmo, e se permitir fluir, simples assim.

No reflexo de águas turbulentas não é possível ver o próprio reflexo. No entanto, em águas calmas nós conseguimos ver. Provérbio do Taoísmo.

Um bambu preparado é um condutor, e como tal, estar vazio, não é o vazio do SER.

E o autoconhecimento conduz a uma consciência calma, tranquila e serena

Após o inverno vem a primavera, esta é uma linda metáfora de como é o aprendizado do desenvolvimento pessoal.

O bambu durante sua existência, sempre vai crescendo, a mesma coisa é proporcionado com a sabedoria para quem a aceita.

Para conduzir REIKI, não posso reter nada, é necessário que eu esteja “vazio”, livre,e o coração limpo, assim como a mente.

Esse estado consegui identificar com o amor incondicional que habita no meu SER.

Cada vez que aprendo algo, tenho uma satisfação muito grande!

O que desejo para você que lê cada sílaba, cada palavra, frase, ou texto que escrevo, é que você saiba que eu coloco todo meu coração, todo meu amor, e toda minha alma em tudo que faço.

Seja feliz! CHO KU REI.
Se por algum motivo surgir adversidades, “observe as sombras; relaxe na aceitação “. SEI HE KI.
E ao lembrar em sua mente que não existe tempo e espaço, necessitando de compreensão e cura, liberdade incondicional. HON SHA ZE SHO NEN.

Ao me permitir, tenho permissão para realizar tudo.
Ao se permitir, você tem permissão para realizar tudo.

Porque tudo é possível, e abundante.
Pedi equilíbrio, e ele veio.
Pois a energia está espalhada e fluindo em tudo, e é muito lindo e maravilhoso tudo isso!

Todos somos bambus, alguns aceitam isso, outros não, e tudo bem.

Porque me tornei um bambu?
Eu não me tornei um bambu, sempre fui um bambu!

Gratidão! Namastê! Amituofo!

Autor: Euclydez Zanon Filho

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Euclydes Zanon Filho

Euclydes Zanon Filho

Eu sou Euclydes Zanon Filho, e meu ser permite SER, formado no curso superior em Gestão de Serviços, participo de treinamentos de desenvolvimento pessoal e comportamentos, e escrever é uma forma de dividir a luz interior, o meu resgate é contínuo, o meu despertar é diário, e é incrível!