Você sabia que educar é libertar para a criatividade, é deixar a criança mais preparada para o que, de fato, ela é?

Você sabia que educar é libertar para a criatividade, é deixar a criança mais preparada para o que, de fato, ela é?

Isso mesmo!Muitos pais acreditam que educar é impor padrões de comportamento ou moldar  a forma de pensar e agir da criança. Esquecem que a criança, assim como qualquer indivíduo, é um ser único e, por consequência, possui suas próprias características e personalidade.

Claro que existem fatores hereditários que passam de pais para filhos e que são imutáveis, mas o importante é que os pais não acreditem que podem criar filhos a sua imagem e semelhança. Nossos filhos não são nossas cópias fiéis. Como eu sempre ressalto, os pequenos aprendem pelo exemplo sim, mas, ao longo do tempo, vão fazendo suas escolhas e montando o quebra-cabeça de suas vidas. O ideal é que os pais permitam às crianças demonstrar suas emoções e sentimentos, para que elas possam passar pelo processo de experimentação e aprendizado. É por meio da vivência que a criança constrói sua identidade. Criar a criança dentro de um formato pré-estabelecido fará com que ela seja privada de conhecer o erro e o acerto. É, portanto, impedir que os pequenos façam suas escolhas.

Crianças não são robôs que executam com precisão todas as atividades a tempo e a hora. Não vão agir repetidamente dentro de um padrão, até porque nem nós, adultos, agimos assim, não é mesmo?! A cada momento, avaliamos a situação e pensamos de forma diferente. Então, pensa comigo: Quem dirá a criança que está em plena formação? E que bom que é assim, porque, dessa maneira, elas navegam pelo processo de aprendizado que é crescer.

Atualmente, especialistas em neurociência afirmam que a fase da infância se estende até os 21 anos e que o néo córtex (parte do cérebro responsável pelas emoções) se desenvolve até o fim deste período. Sendo assim, é natural que as crianças se mostrem instáveis e não dominem totalmente suas emoções. Altos e baixos, silêncio e balbúrdia, alegria e tristeza, risos e choros são comuns aos pequenos durante esse processo, além da dificuldade em expressar com clareza o que estão sentindo.

Portanto, pais estejam atentos. Eu sempre digo que vocês podem ser os melhores coaches de seus filhos, mas pra isso, precisam orientar, guiar e mostrar caminhos. Observem o técnico de um time de futebol, por exemplo. Ele orienta, mas não joga pelo jogador. É o jogador quem corre e faz o gol! Esse é o caminho a ser seguido com nossos filhos. Não adianta impor modelos, pois não funcionarão.

Os pais devem monitorar os riscos, mas é preciso que eduquem com liberdade de pensamento e de ação. Criança feliz é criança livre, sem opressão, sem amarras e sem modelos pré-concebidos.

Querem falar mais sobre abordagem coaching para seus filhos? Fiquem ligados aqui ou falem comigo nas minhas redes sociais! Indiquem esta publicação para alguém que você saiba que pode ajudar!

Um abraço e até o próximo!

Instagram:

https://www.instagram.com/jusleyvallecoach/

Facebook:

https://www.facebook.com/jusleyvallecoach/

Site:  https://www.jusleyvallecoach.com/

 

 

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Avatar

Jusley Valle

Eu sou Jusley Valle, sou coach, especializada em coaching infantil, coaching para escolas e professores, mentoria para pais e palestrante.

Construí minha carreira durante 30 anos, atuando em recursos humanos, sempre focada no desenvolvimento de pessoas. 

Possuo mais de 280 horas de desenvolvimento, incluindo a formação de coaching em si, com certificação internacional, coaching escolar, mentoria para pais, comunicação não violenta e coaching infantil.  

Sou formada em coach pelo ICI - Integrated Coaching Institute, acreditado pela ICF - International Coaching Federation e especializada  pelo ICIJ - Instituto de Coaching Infantojuvenil. 

Eu ajudo pessoas, famílias, escolas e crianças a lidarem com dificuldades do dia a dia e a atingirem suas metas, por meio do autoconhecimento, desenvolvendo habilidades e competências. 

Fique ligado aqui nos meus artigos e siga minhas redes sociais! Tem muita coisa boa pra você e sua família!! Um abraço!