Evitar pessoas prontas para o conflito é bom para a saúde e o espírito

Distanciar-se dos conflitos melhora nossa saúde física e emocional. Há pessoas que nos sufocam, que roubam nossa energia e aniquilam nossa capacidade de reagir. Elas são verdadeiras destruidoras de nossa saúde e de nossa paz interior, tornam nossas emoções doentes e distorcem nossa sensibilidade.

A verdade é que com o tempo acabamos não conhecendo nada sobre pessoas que acreditávamos conhecer e percebemos que vivemos em submissão às suas necessidades, à sua retórica, ao seu comportamento e, acima de tudo, às suas emoções tóxicas .

Essas pessoas não sabem respeitar ou levar em consideração outras pessoas que usam como fantoches seu próprio mau caráter ou como alvos de seus conflitos pessoais, internos e externos. Essas pessoas não vivem e não deixam viver, consequentemente retêm o desenvolvimento e o crescimento pessoal dos que as rodeiam.

Como é óbvio, mesmo que seja a coisa mais adequada, nem sempre podemos nos distanciar fisicamente dessas pessoas, por exemplo, elas podem ser parentes ou colegas de trabalho. No entanto, se podemos nos distanciar, seria o remédio mais apropriado para a nossa saúde .

Em ambos os casos, o mais importante é ter uma distância emocional, ou seja, ter força suficiente para nos manter longe de seu alcance.

Como se afastar emocionalmente de alguém que nos machuca?

Se há alguém em sua vida que o machuca, você pode se antecipar às ações dela, porque sabe que suas reações ou intenções são cada vez mais previsíveis.

Nesse sentido, devemos sublinhar o que dissemos antes, que é possível que as pessoas ao nosso redor realmente não queiram criar um clima negativo, mas que não sabem como se relacionar de outra maneira.

Ao deixar de dar importância ao que essas pessoas fazem e concentrando sua atenção nos problemas que elas criam, você terá mais chances de ter oportunidades de crescimento e não vai mais prejudicar sua força e auto-estima.

Por estas razões, você tem que jogar com as expectativas. Esperamos muito dos outros que não podemos aceitar a realidade pelo que é. Isso gera desilusão e submissão, alimentando uma atmosfera na qual é muito complicado respirar.

Manter a perspectiva nos ajudará a obter certa indiferença e sair desta montanha-russa emocional, conseguindo separar nossas preocupações das dos outros e nos livrar de suas inseguranças e reações desproporcionais.

A ideia é aliviar nossa mente e ser capaz de expor nossos pensamentos e emoções sem medo das conseqüências quando chegar a hora. Isso nos permitirá obter um resultado rápido, direto e satisfatório: nossos problemas diminuirão e poderemos viver em paz.

Quando nos afastamos da dor, nos aproximamos da felicidade

Afaste-se do medo e aproxime-se da indiferença. Não seja esmagado tentando manter uma boa impressão dos outros ou pensando que eles sempre têm boas intenções.

Dizem que quando alguém pretende nos machucar, o melhor desprezo é a falta de cuidado; isto é, não deixando que estes minem nossa auto-estima e ignorando as mensagens negativas.

Ambientes tóxicos e conflituosos têm uma incrível capacidade de devastação para nossa saúde e quanto mais nos distanciamos deles, melhor seremos.

A vida é curta demais para viver angustiada. Por esta razão, ame as pessoas que o trate bem e se afaste daqueles que não o fazem, sem remorso.

Originalmente publicado em lamenteemeravigliosa.it

Via Pensar Contemporâneo

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Vida em Equilíbrio

Vida em Equilíbrio

Para viver bem, é necessário ter a saúde corporal e mental em equilíbrio. Nossa intenção é proporcionar todo o conteúdo que irá lhe ajudar a ter uma vida mais saudável.