Olá pais antenados! Vocês sabiam que devemos sempre motivar nossos filhos?⁣

Isso mesmo! A motivação é muito positiva, para elevar a autoestima da criança, pois é na infância que se inicia a construção da personalidade e da estrutura emocional dos pequenos. É quando eles começam a entender e internalizar suas emoções e sentimentos.

Porém, não me refiro aqui aos elogios vazios e sem fundamentos. Palavras de incentivo e de reconhecimento devem ser ditas pelos pais, desde que existam fatos ou dados que as suportem.  O reforço positivo pode ser feito, quando existir um motivador para tal. Não é recomendado que as crianças recebam elogios sem razão ou por motivos banais, porque, desta forma, a criança não conseguirá entender a diferença entre o bom e o mau comportamento ou, ainda, dar valor as suas conquistas.

O ideal é que os pais sejam cautelosos e seletivos ao elogiar uma determinada conduta ou feito, para não banalizar a atitude da criança e enfraquecer o reforço positivo da ação ou comportamento.   Por isso, entendemos que todo e qualquer elogio ou valorização deve ser feito com amorosidade e carinho.  Precisa ficar claro para a criança que ela está recebendo o elogio, devido ao seu comportamento ou atitude e que isso faz parte do processo de aprendizado e reconhecimento pelos pais. Faz muito bem à criança saber que está sendo valorizada e querida.

Atenção, porque existem alguns comportamentos que dispensam elogios, como dar bom dia, dizer obrigado, com licença… Essas atitudes fazem parte das regras básicas de educação, portanto, não devem ser encaradas como um diferencial para a criança. Quando ensinadas, são absorvidas pela criança e passam a fazer parte do seu repertório educacional e relacional.

Seguem algumas dicas como inspiração pra vocês: ⁣

  • “Filho, vá em frente. Você é capaz!“ – demonstrem para a criança que vocês confiam nela. Isso a deixará mais forte e corajosa.
  • “Estarei ao seu lado em qualquer situação” – mostrem-se presentes. Os pequenos percebem quando os pais são o porto seguro deles e que existe em quem se apoiar, em caso de necessidade.
  • “Sou muito feliz por ter você como filho” – expressem alegria e realização por ser pai ou mãe da criança, porque ela precisa se sentir querida e cuidada.

“Eu te amo” – sim! São permitidas declarações de amor. Os pais podem e devem dizer aos filhos que os amam. O amor é transmitido por meio de palavras e atitudes. Portanto pais, passe livre para a amorosidade! 

Gostaram da overdose de amor?!

Então, fiquem ligados nas minhas redes sociais. Ah! Lá no meu site, vocês encontrarão vários e-books sobre abordagem Coaching Infantil e Disciplina Positiva. @jusleyvallecoach e www.jusleyvallecoach.com/

Um abraço!

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Avatar

Jusley Valle

Eu sou Jusley Valle, sou coach, especializada em coaching infantil, coaching para escolas e professores, mentoria para pais e palestrante.

Construí minha carreira durante 30 anos, atuando em recursos humanos, sempre focada no desenvolvimento de pessoas. 

Possuo mais de 280 horas de desenvolvimento, incluindo a formação de coaching em si, com certificação internacional, coaching escolar, mentoria para pais, comunicação não violenta e coaching infantil.  

Sou formada em coach pelo ICI - Integrated Coaching Institute, acreditado pela ICF - International Coaching Federation e especializada  pelo ICIJ - Instituto de Coaching Infantojuvenil. 

Eu ajudo pessoas, famílias, escolas e crianças a lidarem com dificuldades do dia a dia e a atingirem suas metas, por meio do autoconhecimento, desenvolvendo habilidades e competências. 

Fique ligado aqui nos meus artigos e siga minhas redes sociais! Tem muita coisa boa pra você e sua família!! Um abraço!