Cuidados com coronavírus no supermercado; veja o que realmente funciona

epidemia de coronavírus alterou nossos comportamentos mais básicos e agora, para nossos cuidados e por solidariedade a toda a sociedade, precisamos tomar medidas de segurança para evitar o espalhamento do vírus. Mas uma das nossas principais atividades ainda não pode ser suprimida: a necessidade de ir ao mercado para comprar alimentos e suprimentos básicos continua acontecendo, mas é preciso tomar o máximo de cuidado nas compras.

Nas últimas semanas, uma eclosão de mentiras e informações inverificáveis têm sido divulgadas ao redor das redes sociais sobre como deve ser feita a prevenção nos momentos das compras. Para evitar confusão, compilamos o que os especialistas estão dizendo sobre como deve ser o cuidado com coronavírus no supermercado e o que de fato funciona.

epidemia de coronavírus alterou nossos comportamentos mais básicos e agora, para nossos cuidados e por solidariedade a toda a sociedade, precisamos tomar medidas de segurança para evitar o espalhamento do vírus. Mas uma das nossas principais atividades ainda não pode ser suprimida: a necessidade de ir ao mercado para comprar alimentos e suprimentos básicos continua acontecendo, mas é preciso tomar o máximo de cuidado nas compras.

Mesmo durante o isolamento, supermercados podem ser aglomerações de pessoas e são um ambiente propício para a propagação do vírus.

Foi num mercado de carnes que a propagação do vírus começou em Wuhan, na China. Por isso, é necessário ter muito cuidado. A primeira das coisas é que evitar contato com o rosto: olhos, boca e nariz. Essencial para não pegar o vírus.

“No mercado, todas as superfícies são muito tocadas. A principal medida que deve ser tomada para prevenção da infecção pelo coronavírus, é a higiene das mãos, tanto com água e sabonete, quanto com álcool em gel e da maneira mais completa possível, cobrindo todas as superfícies das mãos – palmas, dorso, dedos, pontas dos dedos e unhas e punhos”, afirmou a infectologista Caroline Deutschensorf ao G1.

 

No mercado, é importante considerar que sua mão está sempre suja e que passá-las no rosto deve ser evitado a qualquer custo.

O professor Oscar Bruña- Romero, da UFSC, recomenda que alimentos crus devem ser higienizados com água sanitária. “Observe no rótulo da água sanitária a diluição ideal e o tempo necessário para deixar o alimento em imersão. Se não tiver essa informação no rótulo, busque outra marca, pois alguns produtos não devem ser utilizados em alimentos”, afirma em comunicado oficial.

 

Além disso, o infectologista recomenda que todas as embalagens sejam desinfetadas com álcool 70%, pois o vírus pode sobreviver em superfícies de papel e plástico por algumas horas.  Outra medida importante é que, ao chegar em casa, todas as roupas sejam tiradas, colocadas para lavar e que se tome um banho o mais rápido possível.

Via Hypeness

 

 

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Vida em Equilíbrio

Vida em Equilíbrio

Para viver bem, é necessário ter a saúde corporal e mental em equilíbrio. Nossa intenção é proporcionar todo o conteúdo que irá lhe ajudar a ter uma vida mais saudável.