Por que guardar rancor é ruim para você (e como deixar para lá)

As pessoas podem nos machucar, mas não precisam ter poder sobre nós.

O perdão é algo que fazemos por nós mesmos, não em benefício aos outros. É a maneira mais saudável e forte de ser. No entanto, isso não significa que a pessoa deva permanecer em nossas vidas. Claro, você pode fazer a tentativa, afinal se você não tentar, não descobrirá se é possível que uma pessoa seja resgatada. Redenção é possível, e você gostaria que alguém lhe desse a chance de ser melhor. Logo, se for possível encontre em seu coração uma forma deixar ir o rancor e manter a pessoa na sua vida, mas o ponto é que guardar rancor não o levará a lugar algum e, em última análise, atrasará você para coisas positivas que poderia alimentar com o tempo que nutre sentimentos pesados.

Liberte a necessidade de provar que está certo o tempo todo. Solte o rancor, mesmo que você ainda tenha que dizer adeus.

Se você não consegue visualizar a importância de se libertar desse tipo de sentimento, busque as inúmeras pesquisas científicas que já apontam que pessoas menos propensas à capacidade de perdoar também são mais mais propensas a ter pressão arterial mais alta, bem como mais propensas a morrer de doenças cardíacas. 

Não é nossa intenção assustá-los, mas alerta-los para o quão nocivo pode ser alimentar esse tipo de sentimento, já que seu bem-estar físico é impactado não pela dor que você sente pelas ações da pessoa, mas por se apegar ao rancor que não permite que você veja mais alguma coisa. Você acaba vivendo no problema e não nas soluções. Você mente para si mesmo que está bem quando tudo está desmoronando. Você encurta sua vida com a raiva que mantém. Você diminui sua qualidade também.

Não apenas guardar rancor tem efeitos físicos, mas é possível desenvolver depressão e ansiedade. Isso faz você infeliz. Isso deixa você com raiva, o que cria estresse sobre a situação. É amplamente aceito que o estresse faz mal à saúde, tanto mental quanto física, bem como seu sistema imunológico pode permanecer comprometido enquanto você estiver comprometido com esse péssimo sentimento.

Como parar de guardar rancor?

Deixar ir um rancor pode ser um processo longo e difícil, mas acabará valendo a pena. Tente se envolver em algumas das técnicas a seguir para passar do rancor e do perdão.

1. Não faça a vítima

Para superar um ressentimento, você deve deixar a mentalidade da vítima para trás e também se permitir sentir a dor, sabendo também que um ressentimento prolonga o processo de cura. Estabeleça limites e visualize liberar o rancor para começar a se libertar.

Em vez de fazer o papel de vítima, veja-se como o herói de sua própria história, disposto a deixar o rancor ir para criar a melhor vida possível para si.

2. Não Vilifique a Outra Pessoa

Concentre-se menos em difamar a pessoa e mais em suas intenções. A vida nem sempre é preto e branco. Seus sentimentos foram feridos, mas essa pode não ter sido a intenção da pessoa. Se for, remova-os. No entanto, se a falta de comunicação fosse removida do mundo, teríamos muito menos corações partidos e sentimentos feridos.

Tente se comunicar com a outra pessoa, se possível, para entender o que aconteceu do lado dela e por que as coisas foram do jeito que aconteceram. Você pode precisar dar um passo atrás e perceber que nem tudo o que todo mundo faz é por sua causa. Pode ser um reflexo de como eles estão fazendo ou de algo com que estão lutando em sua própria vida. Tente dar a eles o benefício da dúvida antes de transformá-los no vilão da sua história.

3. Remova as emoções para ver a verdade

Quando alguém está lutando, nem sempre sabe como colocar em palavras e falar a verdade. Às vezes, você tem que ser a pessoa maior e remover suas emoções da situação para ajudá-las. 

É assim que renovamos os relacionamentos. Podemos avançar novamente porque sabemos que a vida é curta. Também temos falhas. Não devemos desconsiderá-los com o objetivo de provar que alguém está certo.

4. Agir com bondade

Você sempre pode dizer: “Fale comigo. O que realmente está acontecendo? Você me diz que está bem, mas como está realmente? Todo mundo aprecia isso. Também os ajuda a baixar a guarda. Talvez as ações deles não sejam sobre você. Ou talvez sejam. Mas se você diz isso, não terá arrependimentos. Você fará a coisa certa, não importa o quê, e mostrará a eles a sua maturidade, que se recusa a ser reativo.

5. Se é hora, deixe o relacionamento ir

Não se trata de você acreditar que as pessoas podem mudar ou não. Se alguém fez algo verdadeiramente doloroso e com a intenção de magoar, não há problema em deixá-lo ir. Uma vida de alegria vem de conexões positivas com os outros. Se essa conexão em particular não estiver mais servindo como fonte de boa energia, fique à vontade para deixá-la no passado e seguir em frente para encontrar melhores relacionamentos. Depois de deixar o rancor que tinha com o outro, você descobrirá que tem mais energia para dedicar a novas conexões.

6. Veja o perdão como uma força

Se houver uma oportunidade de dar a alguém o benefício da dúvida, aproveite-o, porque você gostaria que ele lhe desse esse benefício. Isso não significa que você é fraco por deixar o rancor ir embora. É o contrário. É preciso força para recomeçar, perdoar, deixar a bondade vencer. É preciso força para deixar o ego de lado por empatia. Não sabemos que caminho alguém percorreu para chegar onde está. Tudo o que podemos fazer é caminhar ao lado deles no tempo que nos dedicamos. Podemos até ajudar a mudar o curso deles para melhor.

Pensamentos finais

Se você não puder fazer mais nada, seja gentil sem precisar de nada em troca. Mesmo que isso signifique dizer adeus, deixe o rancor ir com bondade para com você e com a outra pessoa.

Quando você perdoar e deixar de lado o rancor, poderá começar a viver uma vida melhor e mais livre. Você descobrirá que sofre menos, se sente menos zangado e mais empoderado como o herói de sua história.

Guardar rancores encurta nossas vidas, prejudica nossa saúde mental e arruína nossos relacionamentos. Deixe o rancor ir e saiba que você terá uma vida mais feliz se o fizer.

 

 

Via Life Hack

Tradução e adaptação Vida em Equilíbrio

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Vida em Equilíbrio

Vida em Equilíbrio

Para viver bem, é necessário ter a saúde corporal e mental em equilíbrio. Nossa intenção é proporcionar todo o conteúdo que irá lhe ajudar a ter uma vida mais saudável.